Dobradiças


Uma pergunta muito freqüente feita pelos que adquirem os kits da Artimanha é:
Como você faz essas dobradiças?
Bem! No  sentido de elucidar esse "segredo" e ao mesmo tempo ensinar como fazer esse tipo de peça,  segue aqui a demonstração de como proceder!
Existem mil  outras maneiras de se fazer dobradiças!
Essa será apenas mais uma!

O primeiro passo é ter em mãos uma forma para reproduzir as peças.
No caso de pequenas quantidades será mais que necessário. No momento estou migrando para confeccionar em uma escala bem maior por meio de uma centrífuga recentemente adquirida.
 


 

O metal utilizado é uma liga!
Mas, você poderá ser valer desses pesos utilizados na calibragem de pneus. Muitos pensam que são de chumbo! Mas, a rigor, trata-se de uma liga onde o chumbo é seu maior componente.
Barato e de fácil aquisição!
A borracha aqui utilizada é do tipo que requer vulcanização. Mas poderá ser da vermelha de cura a frio por meio de catalisador.


 

Depois que a peça é retirada do molde, são cortados os excessos por meio de um alicate de corte.


 

Em sua extremidade, se fará um furo.
Aqui o furo é de aproximadamente 0,8 mm.
Embora utilize uma furadeira elétrica acoplada em uma coluna. O trabalho poderá ser feito com um mandril de precisão. A ferramenta elétrica é utilizada apenas para agilizar o trabalho. Caso venha utilizar a ferramenta elétrica, é aconselhável colocar um pouco de detergente de lavar pratos. Assim evitará a desagradável tendência de prender a broca no furo que está sendo feito em uma liga a base chumbo.

 

 

Imagem da pequena peça sendo furada. O detergente ajuda muito.

 

Aqui serão dois pares de dobradiças que integrarão um kit de uma canhoneira norte-americana.
Duas peças em seu tamanho normal e outras duas reduzidas por meio de corte com um alicate.

 

Serão confeccionados dois pinos a partir de um segmento de arame galvanizado de diâmetro bem fino. No caso, aproximadamente 0,8 mm de diâmetro. A pequena dobra em uma das extremidades será feita com o auxilio de um alicate de bico fino.

 

Cada pino será introduzido em uma das partes da dobradiça conforme mostrado.

 

Em seguida o pino será "cravado" na peça introduzindo sua parte dobrada.
A melhor maneira é fazer um furo em uma pequena chapa de metal de 4 mm de espessura. Apoiar a dobradiça sobre ela introduzindo o pino no furo feito.
Batendo levemente com um pequeno martelo
se consegue cravar o pino na peça facilmente.

 

Após ter introduzido o "pino", coloca-se um ponto de solda a base de estanho.
A solda é a mesma que utiliza-se na área de eletrônica.
O soldador mais indicado seria com potência acima de 40 W.
Depois a área será desbastada com um pequena lima chata.

 

Dobradiças prontas paras serem embaladas e anexadas ao kit.