O afundamento do USS-Lagarto SS-371

 

O USS Lagarto (SS-371) era o vigésimo oitavo submarino construído pela empresa Manitowoc Shipbuilding, e o décimo primeiro da classe Balao. O lagarto foi lançado em 28 de maio de 1944. Depois de passar  mais de quatro meses em manobras de testes o Lagarto foi finalmente comissionado em 14 de outubro de 1944 sob o comando do oficial Frank Latta, experiente comandante de submarino que dera mostra de sua competência ao comandar o submarino USS Narwhall SS-167 tendo sido inclusive agraciado com a cruz da marinha por seus serviços prestados durante esse período!

Como os demais submarinos da Manitowoc, o USS-Lagarto viajou para o sul ao longo do lago Michigan até Chicago para começar sua viagem para o mar propriamente dita. Partindo de Chicago, o submarino então seguiu o rio de Illinois até que alcançar o Mississippi onde entrou em doca seca.

Enquanto a maioria do grupo viajava de trem até New Orleans, um grupo de técnicos continuou o trabalho a bordo. Após isso, foi rebocado até New Orleans onde era esperado pela tripulação. Terminara o descanso! Depois de aparelhado, o USS-Lagarto rumou para o canal do Panamá para dali, alcançar o oceano Pacífico.
Escoltado pelo caça submarino
SC-512, o USS-Lagarto partiu New Orleans em 12 novembro 1944 em direção ao golfo de México. Nessa época, o golfo de México era uma zona de guerra.


 A ameaça muito real de u-boats alemães nessa área tornava imperativo que fosse escoltado.
Chegando ao canal três dias mais tarde, o USS-Lagarto gastaria as duas semanas seguintes em treinamentos supervisionados pelo capitão John Johns.

 Pearl Harbor

Em 9 dezembro 1944, USS-Lagarto parte para Pearl Harbor chegando em 25 de dezembro de 1944, dia de natal. Contudo, mais treinamentos foram feito, recebendo ainda várias melhorias e instalações. Dois canhões de 5 polegadas na plataforma. Os canhões anti-aéreos de 20mm Oerlikon foram substituídos por canhões de 40mm Bofors e metralhadoras de calibre .50 HMG.
O seu paiol foi ampliado para poder receber as munições de 5 polegadas para e demais armas recém instaladas permitindo fazer 220 salvas.
Certo dia o USS-Lagarto sob o comando do CDR F.D. Latta, partiu para a baía de Subic, ilhas Filipinas, em 12 de abril de 1945, para sua segunda patrulha no mar de China ao sul.

Em 27 de abril, dirigiu-se para a parte exterior do golfo de Sião.
Em patrulha pelo golfo de Sião juntamente com o submarino USS-Baya contataram pelo radar em 2 de maio de 1945, um comboio aparentemente composto por: um navio tanque, dois contratorpedeiros e um navio auxiliar. O USS-Lagarto alertado, logo entra em contato com o comboio começando um ataque juntamente com o USS-Baya. Entretanto, as escoltas inimigas estavam equipadas com o radar de 10cm.

Sendo o USS-Baya detectado, saíram da área de alcance das armas da escolta. Os dois comandantes dos submarinos trocando mensagens decidiram esperar por uma melhor ocasião para atacar.
Cedo, na manhã de 3 de maio, o USS-Lagarto e o USS-Baya posicionam-se para o ataque conforme planejado. O USS-Lagarto mergulharia a frente, na rota do comboio para fazer um contato em 1400 m, enquanto o USS-Baya seguia de dez a quinze milhas mais adiante ao longo da rota. Durante o dia, inúmeros contatos foram trocados.

As 10:00 Hrs. do dia 4 de maio de 1945, depois que um ataque prolongado mas mal sucedido, o USS-Baya foi repelido finalmente pelas escoltas alertas japoneses vindo a perder o com o USS-Lagarto. Daí para adiante tudo virou um verdadeiro mistério quanto ao seu paradeiro.
Informações japonesas após a guerra, relatam um ataque a um submarino dos Estados Unidos feito pelo caça-minas Hatsutaka naquela área e data
Esse navio era um dos escoltas que estava equipado com radar.
O ataque foi feito em aproximadamente 30 metros de profundidade, e em vista da descrição do ataque tudo leva a crer que tenha sido ele realmente quem afundou o USS-Lagarto. 


Mergulhadores em ação

Após ser finalmente localizado em junho d 2005 e depois de vários mergulhos feitos por mergulhadores extremamente competentes,  foi possível coletar detalhes da embarcação afundada comprovando formalmente ser o USS-Lagarto.
Ao contrário de muitos outros submarinos da classe de Balao, o USS-Lagarto tinha dois canhões de 5 polegadas montados na frente e atrás da torre. Estes eram claramente bem visíveis.
Um detalhe intrigante foi que a porta de estibordo de torpedos de vante estava aberta e vazia! Daí pode-se imaginar que o submarino tenha ainda conseguido disparar um torpedo antes de ser afundado.

Também estavam visíveis os danos provocados ao casco um pouco a frete da torre, sugerindo que tenha sido feito por um i pacto direto de uma carga de profundidade.
O rompimento do casco nessa área causou uma violenta invasão de toneladas de água de forma brusca e violenta fazendo com que o submarino ficasse em fração de segundos com sua flutuabilidade negativa.

 

Uma ótima reprodução do submarino afundado.

Isso ocasionou ficar totalmente sem controle fazendo-o bater de proa no fundo do mar. Até onde pode-se observar, é que o restante do casco  ficou indene. Daí presumir-se que parte da tripulação sobreviveu ao choque da explosão! Algo muito parecido com o que ocorreu com o submarino russo Kursk. Acredita-se terem sido feitas desesperadas tentativas de por o submarino na superfície! Infelizmente, apesar dessas desesperada tentativas, não conseguiram em virtude do peso dos outros compartimentos inundados.

O USS-Lagarto é tido pela marinha norte-americana como um sepulcro de seus soldados! Para evitar depredações e invasões de mergulhadores, mantêm sua localização sob total sigilo!