O Merrimack

Nascido como uma fragata da União, o transformou-se num couraçado confederado durante a Guerra Civil dos EUA e iniciou uma nova era na guerra naval.
Em abril de 1854, o Congresso dos Estados Unidos autorizou a construção de seis navios de guerra semelhantes, todos batizados com nomes de rios. O Merrimack ateve-se ao projeto-base, enquanto o Wabash e o Minnesota ficaram um pouco mais compridos, e o Roanoke e o Colorado, um pouco mais largos; a sexta unidade do grupo foi o Niagara.
Lançado em 1855 e armado em Boston em dezembro do mesmo ano, o Merrimack foi construído em carvalho, possuía as linhas de um veleiro e era manobrado com facilidade, mesmo quando recebia apenas o impulso das velas. Na verdade, ele era uma fragata a vela com uma máquina a vapor auxiliar, pois o seu equipamento de propulsão de dois cilindros não podia ser considerado eficaz como fonte de energia básica. O principal sistema de armamento era composto por canhões Dahlgren, num total de 40 bocas de fogo. Batizados em homenagem ao oficial americano que os desenhara - o capitão-de-fragata (depois almirante) J.A. Dahlgren, esses canhões eram feitos de ferro fundido e foram oficialmente adotados pela Marinha dos Estados Unidos em 1859.

No final de 1860, após cinco anos de serviço, o Merrimack foi rebocado para o arsenal naval de Norfolk, na Virgínia, devido a alguns problemas com a máquina, e ainda se encontrava nesse local quando, a 17 de abril de 1861, o estado da Virgínia se separou da União. Três dias mais tarde, a Marinha unionista abandonou o arsenal, incendiando, entre outros, sete importantes navios de guerra. O Merrimack foi um deles.

No entanto, apesar de ter queimado até a linha de flutuação, não ficou totalmente destruído e pôde ser recuperado pelos confederados, que o converteram num couraçado a vapor.A reforma deixou o barco com uma aparência muito diferente da original. Os mastros para as velas foram retirados,  a propulsão passou a ser feita exclusivamente a vapor e, em cima do casco de madeira, foi montada uma superestrutura blindada para alojar os canhões. A casamata ocupava a parte central (51,8 metros) do Merrimack (ao todo o navio tinha 83,8 metros de comprimento).

Os costados dessa estrutura eram inclinados e o seu extremo arredondado, enquanto a blindagem era formada por antigos trilhos de estrada-de-ferro. horizontais; e a segunda, externa, com chapas verticais.
A blindagem foi aplicada em duas bandas: a primeira, interna, com chapas  Nos costados, a couraça sobressaía em relação ao casco de madeira e formava uma espécie de borda da amurada que protegia dos disparos da artilharia ou de eventuais golpes de esporão.

 Uma grade de ferro cobria a parte superior da estrutura e dispunha de 14 portinholas para as bocas de fogo. O armamento consistia de dois canhões estriados de 178 mm, dois de 152 mm, seis Dahlgren de 228 nos costados, dois obuses de 12 libras e um esporão de ferro fundido.A 8 de março de 1862, depois de concluído e rebatizado com o nome Virginia, o navio deixou o porto sob o comando do capitão-de-fragata Franklin Buchanan e dirigiu-se para Hampton Roads, na foz do rio James, onde se encontravam as unidades da União que impunham um bloqueio à costa da Confederação.

Na verdade, essa viagem devia ser apenas um teste para o Virginia, mas Buchanan decidiu atacar os navios inimigos. Abriu fogo contra a corveta Cumberland, atacou-a com o esporão e afundou-a. O alvo seguinte foi a fragata a vela Congress, com 50 canhões, que foi incapaz de enfrentar o couraçado. Finalmente, atingiu também a fragata a vapor Minnesota, fazendo-a encalhar. Nessa altura, Buchanan dirigiu-se ao porto, decidido a regressar na manhã seguinte para concluir o trabalho. Os graves danos provocados pelo Virginia aos navios da União 1evantaram o moral dos confederados, que começaram a acreditar que seria possível romper o bloqueio naval.

Na manhã de 9 de março, Buchanan voltou a Hampton Roads e começou a castigar o Minnesota com seus canhões. No entanto, acabou se confrontando com uma unidade extraordinária: o couraçado Monitor; da União, apelidado "caixa de queijo ianque sobre uma piroga". O Monitor havia chegado na noite anterior de Nova York e dispunha de uma potência ofensiva semelhante à do Virginia. O combate terminou empatado quando, por falta de munição, o couraçado confederado precisou voltar ao porto.

O ano de 1862 marcou o fim dos dois navios. A 9 de maio, depois da saída dos confederados do arsenal naval de Norfolk, o Virginia encalhou e foi incendiado pela tripulação para impedir que caísse nas mãos da União. E a 31 de dezembro, o Monitor foi a pique nas águas do cabo Hatteras (Carolina do Norte). Apesar do breve período de serviço efetivo, o Virginia e o Monitor marcaram o fim da frota de madeira e iniciaram a época dos navios de guerra construídos com ferro.